quarta-feira, 4 de junho de 2008

Tá ruim, tá bom

Trabalhar é sempre uma merda. Não adianta me falarem "mas se vc fizer o q vc ama, vc será feliz". Pau-no-cu. É sempre uma merda, mas sim, eu concordo que é melhor do que fazer nada. Isto posto, gostaria, neste momento, de discorrer sobre o meu trabalho.
Vida de au pair é uma merda. É ruim, mas é bom. Preocupações como a quantidade de merda que uma criança produz é parte do meu trabalho. Sempre a pergunta "mas eles fizeram coco?". E eu respondo "sim, o marc cagou um monte, tava mole e marrom, mas a Robine fez um coco duro e seco". Isso tudo por sms. Sem contar o quesito entretenimento, pq não é o bastante deixar a criançada assitir vila sesamo o dia todo, tem q brincar, sair, pintar, bordar e meter a cabeça na parede. "mas como ela ganhou esse galo enorme no meio da testa?" "Ah, eu rodei ela até ela ficar tonta depois eu soltei, aí ela foi andando feito bêbada, e acertou de cara a parede". E o: "nossa, mas tá um ventinho, será? vou botar o agasalho neles". A mãe me manda 350 msgs por dia. "Tá td bem? As crianças estão felizes?". Sim. Elas estão. Elas são bebes, não acho q elas tem mtas preocupações ou motivos para ficarem deprimidas. E alias, eles estão tão bem qto a 1 hora atrás qdo vc me fez a mesma pergunta.
Falando asism parece q eu odeio tudo, mas na verdade eu adoro. Tá, não vou MES-MO fazer isso pro resto da vida, mas é um trabalho... hum... interessante. Eles me divertem, e ao mesmo tempo posso simplesmente largar os dois causando e ir ler a matéria sobre Gossip Girl na Vanity Fair. Claro q a Robine se pindura no meu joelho e fala "Ana Book? Ana Book?". Ela é bem observadora.
Estou trabalhando direto sem 1 diazinho de folga a semanas. Isso pq sempre rola um "vc pode ficar com as crianças por 2 hrs hj?" 2 hrs q acaba com meu dia, pois vamos combinar q hilversum não é um antro de diversão, e eu já conheço todas as lojas daqui de cor. Mas no fim, mais euros no meu envelope (eu não tenho conta no banco), a chefe vai viajar e me tráz um perfume ma-ra-vi-lho-so de presente, etc. Não posso reclamar. Mas reclamo, pq isso é uma coisa q eu faço bem.

6 comentários:

Anônimo disse...

genteee. esta historia do coco eh otema!kkkkk
minhas kids estao em outra fase e como aki ta um calor INSUPORTAVEL eh piscina td dia, o dia td! bom??? ahh, ateh eh bom... mas meu kblo ta verde!!!
(sempre temos que reclamar de algo, neh?)ma

Carolina disse...

não tenho nada pra falar do post chato.

mas pelo menos vi ali do lado que vc viu lost. Ai, adorei o "So?". E uma certa pessoa voltando de um mergulho também.

:*

Carla Maia disse...

Reclamar vicia não é? Queria nunca ter tido nada pra reclamar da vida, mas ao menos é divertido!
Aninha comprei o creme Glamour do Boticário e o cheirinho me lembrou vc, pq vc tinha esse lembra?
Mta Saudade!!!! ( nao quero q vc volte logo nao, só pra dizer q vc faz falta!)
Beijo no coração!

Carolina disse...

1 mês depois....

eu gosto do meu trabalho.
manda notícias, ném!

Mariana disse...

a sua chefe é legal, ela te dá presentinhos bons.
quero ver achar um chefe aqui no brasil que dê presentes assim....
hehehe....

Andréa Milch disse...

tenho uma tia que vive aí na Holanda. Acho q enfrentaria um au pair. mas sei q é barra. :S

suerte.